Num mundo ideal, onde os juízes são imunes a toda a informação exterior e em que "o jornalista é uma espécie de cavaleiro andante", Daniel Proença de Carvalho, da UM-PC, concordaria que a defesa dos clientes se faz apenas no tribunal. A ideia foi partilhada a propósito da mesa redonda sobre as relações entre as sociedades de advogados e os media no âmbito do 9.º Encontro ASAP, que decorreu esta quarta-feira em Lisboa.

Publicado em Atual

"O advogado é tão missionário como o padeiro". E as sociedades de advogados "são um negócio como outro qualquer, existem para ganhar dinheiro". As opiniões do presidente do Grupo SIBS, Vítor Bento, foram partilhadas a propósito da governance das sociedades de advogados, no 9.º Encontro da ASAP, que decorre esta quarta-feira, em Lisboa.

Publicado em Atual
quarta, 08 junho 2016 13:26

ASAP quer novos candidatos à Ordem

"Basta desta inércia, deste abandono a que temos sido sujeitos pela Ordem dos Advogados". O apelo foi lançado pelo presidente da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP), João Afonso Fialho, na sessão de abertura do 9.º Encontro Nacional das Sociedades de Advogados de Portugal, que decorre esta quarta-feira, 8 de junho, em Lisboa. Os interesses da ASAP e da Ordem "não são convergentes", sustentou, instando a novas candidaturas.

Publicado em Ordem

Seria “excelente” que do 9º Encontro da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP), que decorre a 8 de junho, em Lisboa, saísse um consenso quanto à necessidade de a Associação assumir um papel mais ativo na representação das sociedades, “por oposição ao que a Ordem dos Advogados desempenha na representação dos advogados em prática individual”. A intenção foi manifestada pelo presidente da Associação, João Afonso Fialho, em entrevista à Advocatus, que esclarece que essa missão não é contra a Ordem.

Publicado em Sociedade de Advogados

Governance das sociedades de advogados e a relação das mesmas com os media são os temas centrais no 9º Encontro das Sociedades de Advogados em Portugal, que a Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP) organiza a 8 de junho, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Publicado em Agenda

"Não fazemos ideia do que o move, mas se tem contas a ajustar com alguém, que não o faça à custa do bom nome e reputação de quem exerce a profissão em sociedade de forma honesta e esforçada, para poder fazer da sociedade a que pertence uma sociedade para os advogados do futuro". É assim que o presidente da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP), João Afonso Fialho, reage às acusações feitas por Nuno Godinho de Matos às sociedades de advogados, com que justifica a sua demissão da vice-presidência da Ordem dos Advogados.

Publicado em Atual

As sociedades de advogados não estão preparadas para enfrentar uma ameaça informática. Esta foi a conclusão que emergiu do debate promovido no 8.º Encontro Nacional da ASAP, quarta-feira em Lisboa., debate esse lançado a partir de um case-study desenvolvido pela Multicert.

Publicado em Atual

A necessidade de refletir mais sobre as sociedades multidisciplinares, tendo em conta os cidadãos e não apenas os advogados, foi uma das conclusões que saiu do 8º encontro nacional da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP), que decorreu esta quarta-feira, em Lisboa.

Publicado em Atual

"As sociedades de advogados não podem continuar a viver emparedadas nos seus próprios muros". A afirmação foi proferida pela bastonária da Ordem dos Advogados,  Elina Fraga, esta quarta-feira, na sessão de abertura do encontro anual da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP).

Publicado em Atual

O oitavo encontro nacional da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal (ASAP) é o pretexto para uma entrevista com o presidente da associação, João Afonso Fialho, que faz a capa da edição do Advocatus que acaba de chegar aos assinantes. O advogado da Miranda Correia Amendoeira & Associados manifesta-se crítico da mais recente legislação profissional, considerando que o Ministério da Justiça e a Ordem dos Advogados  vivem numa realidade paralela, tomando decisões que não se coadunam com o modo atual de praticar a advocacia.

Publicado em Atual
Pág. 1 de 3